FacebookTwitterGoogle+Email

Foto: ASCOM/CIDASC

A partir desta quinta-feira (13) a Guia de Transporte Animal (GTA) para equinos, emitida pela Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (CIDASC), pode ser solicitada e retirada pela internet.

O lançamento aconteceu ontem, dia 13 de março, na sede do Movimento Tradicionalista Gaúcho de Santa Catarina (MTG-SC) em Lages.

A GTA é a guia que autoriza o produtor a transportar os seus animais. Desde março do ano passado, o sistema funcionava para transporte de bovinos e agora é ampliado para o transporte de equinos. Antes, para conseguir o documento, o produtor precisava se deslocar até o escritório da CIDASC e fazer a solicitação. A partir de agora, todo o procedimento pode ser feito pela internet.

Para ter acesso ao sistema de emissão online, o produtor precisa ser cadastrado na CIDASC, ter acesso a internet, computador com impressora e e-mail. Ele deve ir ao escritório da CIDASC solicitar a emissão de uma senha que dará acesso ao sistema. A partir disso, o produtor poderá fazer todas as solicitações online.

“O gerente regional da CIDASC em Lages, José Joni Waltrick, explica que o sistema para equinos é mais complexo, pois são exigidos os atestados de exame de anemia infecciosa equina e de vacinação contra a gripe equina. O produtor terá que fornecer os dados dos atestados para emitir a guia. No sistema, ele também informará dia de saída e retorno e o motivo do deslocamento”.

Para o transporte de gado comercialização, ou participação de eventos e feiras é exigido os exames de brucelose e tuberculose bovinas. Para corte não são exigidos os exames.

Sistema é reforço para segurança sanitária

A GTA é mais um ferramenta usada pela CIDASC para assegurar a sanidade dos rebanhos catarinenses. Além da guia, em Santa Catarina acontece a identificação de gado através dos brincos e 69 barreiras na divisa do estado com o Paraná e o Rio Grande do Sul fiscalizam a saída de animais de Santa Catarina. “Essa são ferramentas que a defesa sanitária tem”, destaca Waltrick, lembrando que Santa Catarina é o único estado brasileiro livre de febre aftosa sem vacinação.

Para manter essa condição é necessário o controle rigoroso. “O Governador Raimundo Colombo pressionou e foi um entusiasta desde o início, porque é uma novidade em todo o Brasil e o estado saiu na frente”, acrescenta.

Segundo ele, em Lages existem cerca de 1,2 mil produtores de gado, dos quais 10% já utilizam o sistema online. “É pouco, mas vai aumentando gradativamente. O pessoal vai se adaptando, aprendendo a usar”, completa. Através do sistema, o produtor de gado, por exemplo, pode manter o controle do seu inventário, informando baixas no rebanho.

Serviço

  •  Como solicitar: no escritório da CIDASC, o produtor retira senha para acessar o sistema
  •  Como acessar: pelo site sigen.cidasc.sc.gov.br
  •  Guia e boleto para pagamento da taxa de R$ 1,50 é emita pelo sistema e deve ser impressa pelo solicitante
  •  A GTA tem validade de dois dias
  •  Uma GTA é emitida para cada animal
  •  Cada animal deve ser cadastrado no sistema

Fonte: Correio Lageano

Informações Adicionais: ASCOM/CIDASC