FacebookTwitterGoogle+Email

Foto: Jamil Correia da Silva Junior

Santa Catarina é um dos primeiros estados brasileiros a adotar o sistema de emissão eletrônica da Guia de Trânsito Animal (e-GTA). Para qualificar produtores, técnicos, funcionários e dirigentes sindicais, a Federação da Agricultura e Pecuária do Estado de Santa Catarina (Faesc) e o Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) desenvolverão cursos em cinco regiões neste mês de fevereiro. Os cursos são gratuitos, terão oito horas de duração e, em média, 30 vagas. Para participar é necessário ser alfabetizado e ter mais de 18 anos de idade. O primeiro treinamento na última sexta-feira em Chapecó reuniu associados, funcionários e dirigentes dos sindicatos das regiões oeste e extremo-oeste. O segundo treinamento ocorre dia 14, às 8h30, no Hotel Sandrini, em Termas da Guarda, município de Tubarão, com sindicatos da região sul. Em 15 de fevereiro, às 13h30, em Rio do Sul, participarão os sindicatos do Vale do Itajaí. Dia 26, às 8h30, no Hotel Planalto, em Canoinhas, reúnem-se produtores e dirigentes dos sindicatos rurais do Planalto Norte. O quinto e último treinamento está programado para dia 27 de fevereiro, às 8h30, no auditório do edifício Edir Prestes Vali, em Fraiburgo, com sindicatos do meio-oeste catarinense. Com apoio da Faesc, a Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina (Cidasc) criou a versão eletrônica da GTA, a Guia de Trânsito Animal que entra em operação neste mês. O presidente da Faesc, José Zeferino Pedrozo, destacou a importância dessa inovação tecnológica para a defesa sanitária de Santa Catarina. A e-GTA está ancorada no sistema de gestão da defesa agropecuária, o SIGEN. A e-GTA será operada no âmbito da Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca e Cidasc. A iniciativa atende a Instrução Normativa do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento nº 19, de 03/05/2011. A e-GTA passará a ser adotada como documento oficial para movimentação de animais vivos, ovos férteis e outros materiais de multiplicação animal em todo território nacional. A implantação da e-GTA em Santa Catarina permitirá que o criador, previamente cadastrado, acesse o sistema da Cidasc via Internet e requeira a emissão da Guia de Trânsito. Assim, o produtor rural não precisará mais se deslocar até o escritório da Cidasc para solicitar a GTA. O novo sistema também está integrado com a plataforma de gestão agropecuária do Governo Federal. De forma semelhante a uma conta bancária, o produtor terá senha de acesso para emitir o documento.

Fonte: Faesc/Senar