Tabela de Preços

Terminal Graneleiro de São Francisco do Sul

Características

  • Administrado pela CIDASC
  • Companhia Integrada de Desenvolvimento Agrícola de Santa Catarina.

Coordenadas Geográficas

  • Latitude 26°14’02″S (Carta Náutica 1804 DHN)
  • Longitude 43°38’01″W

Canal de Acesso

  • Extensão 9,3 km – Largura 150m – Calado 14 m (DHN)

Bacia de Evolução

  • Extensão 525m – Largura 400m – Profundidade -10 e -19 m

Amplitude da Maré

  • 2,4m com profundidade de 12m
  • Extenção do cais acostável
  • Comprimento 675m
  • Berço 101:225m – calado máximo -12.20mt
  • (preferencial granel)
  • Berço 102:150m – calado máximo -12
  • Berço 103:150m – calado máximo -12
  • Berço 201:150m – calado máximo -12

Acessos Ferroviários:

  • Através das Efs 153, 116 e 485 o Porto de São Francisco do Sul interliga-se com o sistema ferroviário de todo o país.

Acessos Rodoviários:

  • O porto pode ser atingido pela BR 101, com conexão à BR 280, a partir de Joinville e Araquari.

 

O Terminal Graneleiro possui:

  • Armazém de fundo plano, subdividido em 4 células, com capacidade de 60.000 t;
  • Armazém de fundo plano, dividido em duas células, com capacidade de 50.000 t;

Pesagem:

A pesagem de caminhões e vagões é feita por balanças eletrônicas, duas rodoviárias com capacidade de 80t cada e uma ferroviária com capacidade de 110 t. Os caminhões são descarregados através de tombadores, possibilitando descarga de até 30 caminhões por turno de 6/hora. Os vagões são descarregados em moegas próprias, sendo possível descarregar até 110 vagões/dia.

Expedição de Granéis Sólidos:

A expedição dos produtos é desenvolvida através de dois carregadores de navio com fluxo individual de 1.500 t/h.

Atracação:

A atracação no berço graneleiro é preferencial.

Operação:

O terminal opera em regime de 24 horas/dia

Expedição de Óleo :

A capacidade de expedição no carregamento de navios é de 800 t/hora.

A Cidasc embarca através do corredor de exportação, contemplado com 2 esteiras com capacidade para embarque de 3.000 t/hora.